Header Ads

header ad

Atari, a 'bem misteriosa', e o que esperar de seu AtariBox

Uma ação de marketing de 2010 fez bastante burburinho nas redes sociais de então. Durante semanas comerciais de TV convidaram as pessoas a especularem sobre o que era a "bem misteriosa". No fim das contas, nada mais era que a cerveja Devassa anunciando que Paris Hilton era sua nova garota-propaganda.

Atari encarnou a 'bem misteriosa' no final da última E3, criando aquilo que tanto pode ser o grande plot twist da indústria de games em 2017 como também um evento meramente aleatório.

Da forma como a notícia foi dada criou-se a impressão de que a Atari pode estar prestes a lançar um console  não os retrôs de sempre, mas sim um de nona geração para disputar mercado com Microsoft, Nintendo e Sony. Imagens do Facebook oficial da empresa — uma com uma caixa de lateral amadeirada e outra com lateral laranja — também abrem a oportunidade à ampla especulação:



João Kléber mandou avisar que dentro da caixa tem um sutiã.

O site oficial do projeto (ataribox.com) também leva a crer que é isso que vem por aí. Debaixo de uma caixa do YouTube exibindo o vídeo de 23 segundos que levantou toda essa especulação há três botões para contato: um para a imprensa, outro para interessados em trabalhar na Atari e outro para desenvolvedores. 

Esse terceiro botão é o mais importante: pode indicar que a Atari quer comercializar novos jogos de third parties, e não apenas recauchutar o constante revival que norteou a companhia nos últimos anos.


Trecho do teaser inicial: muita gente pensou se tratar do Atari 2600. 

Dentre as inúmeras matérias sobre o assunto já feitas nas últimas semanas, destaco um trecho do artigo praticamente investigativo publicado pela Digital Trends:


(..) antes de ficar muito animado com o possível retorno de Atari à guerra dos consoles, você deve considerar onde a empresa está agora, até onde planeja ir e o que Fred Chesnais tem declarado publicamente desde que resgatou a empresa da falências em 2013.

No resto do artigo há muitas outras especulações: AtariBox poderia ser não apenas o revival de um console da empresa, mas sim, de todos os comercializados por ela em sua Era de Ouro. Poderia ser uma espécie de Shield TV — aparelho 4K da NVidia para stream de audiovisual, música e games — com a marca e o design Atari. 

Enquanto a Atari não divulga novas informações — o que foi prometido para as "próximas semanas" — tudo o que diz respeito ao AtariBox entra no campo das infinitas possibilidades. 

Se a Atari realmente estiver retornando ao mercado de consoles, não terá vida fácil. A venda de consoles já caiu de forma até bem natural, dos anos 2000 para cá, devido aos avanços no game computing e no fortalecimento dos tablets e smartphones. Certamente herdará o olhar de descrédito que geralmente recai sobre a Nintendo, e que dessa vez se atenuou já que o Switch tem tido boa aceitação, e já na largada terá que superar esse obstáculo.

Por sua vez, se for bem-sucedida em sua volta, a Atari poderá dar um bom frescor à indústria de jogos. E é muito positivo imaginar que uma das pioneiras no mundo dos videogames pode estar prestes a voltar ao topo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.